Logo Ieprev

Notícias voltar

Compartilhe:

INSS garante acesso seguro no Sistema de Agendamento Eletrônico

No próximo ano, será instituída senha específica para informações no site

Para garantir acesso seguro às informações sobre benefícios e proteger dados pessoais dos segurados, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) assinou hoje (2), com o Ministério Público Federal, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

O presidente do INSS, Marco Antonio de Oliveira, disse que o TAC está em consonância com as orientações do governo federal de proporcionar ao cidadão segurança no trato das informações. “Nosso desafio é garantir ao segurado um acesso mais ágil e, ao mesmo tempo, mais seguro”, afirmou Oliveira.

O presidente do INSS explicou que muitas dessas medidas já estavam sendo implementadas, como a adoção de procedimentos para impedir que a data de nascimento seja exibida no momento em que o segurado acessa a página da Previdência Social. Segundo ele, para outros serviços, o usuário já pode obter a senha nas Agências da Previdência Social (APS). Ele ressaltou, no entanto, que o sistema da Dataprev está sendo aperfeiçoado para que sejam oferecidas senhas, por meio eletrônico, para as consultas ao site da Previdência Social, que é: www.previdencia.gov.br.

Pelo acordo, o INSS se compromete, no prazo de 48 horas, a alterar o Sistema de Agendamento Eletrônico (SAE) para inibir informações referentes à data de nascimento do segurado nos acessos ao site do Ministério da Previdência Social.

Atualmente, quando o segurado entra no site para agendar serviços, precisa fornecer o Número de Inscrição do Trabalhador (NIT). Automaticamente, aparece a data de nascimento. Agora, ele terá que digitar sua data de nascimento. Para acesso ao site, o INSS passará a exigir outras informações, como o nome, data de nascimento, número de benefício e CPF da pessoa que está fazendo a consulta.

CadSenha - A partir de junho do próximo ano, o segurado que quiser fazer qualquer consulta por intermédio do site, terá que ter uma senha cadastrada. O INSS irá informar, posteriormente, os procedimentos para o cadastramento no sistema CadSenha.

Além do presidente do INSS, assinaram o TAC o procurador da República do Ministério Público Federal, Fabiano Moraes, o procurador-chefe da Procuradoria Federal Especializada do INSS, Miguel Sedrez, o diretor de Benefícios do INSS, Benedito Brunca, o diretor de Atendimento do INSS, Evandro Diniz, o presidente da Dataprev, Lino Camargo Kieling, e o diretor de Relacionamento, Desenvolvimento e Informações da Dataprev, Rodrigo Novais Coutinho.

Informações para a Imprensa
Mauren Rojahn
(61) 3317-5113

Fonte: ACS/MPS


Faça parte das nossas redes sociais